27 de fevereiro de 2015

Revista LibreOffice Magazine 15 disponível para download

0 comentários
A revista LibreOffice Magazine 15 já está disponível para download. Nesta edição temos a surpresa de conhecer mais um caso de sucesso do LibreOffice dentro de uma universidade. A Unesp – faculdade do governo do estado de São Paulo. Não acredita? Então baixe a revista e confira. Você encontrará dicas e tutorias de LibreOffice. E aquela segunda parte do Banco de Dados Base, entre outros conteúdos.

(12,7 MB | 171 páginas | PDF | link direto)

Para baixar outras edições acesse: pt-br.libreoffice.org/projetos/revista

Boa leitura!

vi no blog.pt-br.libreoffice.org
Continua »

25 de fevereiro de 2015

Tails 1.3.0 disponível - uma distribuição GNU/Linux para navegação em anonimato

0 comentários
Após delatar os crimes da NSA, o ex-funcionário da CIA, Edward Snowden insistiu em usar um software de criptografia de e-mail chamado PGP para todas as comunicações. Mas descobrimos que Snowden estaria usando também outra tecnologia para manter suas comunicações fora dos olhos curiosos da NSA. É chamado de Tails, uma distribuição GNU/Linux.

Tails é uma espécie de computador-in-a-box. Você pode instalar em um DVD ou drive USB e inicializa-lo em um computador a partir da unidade USB, e voilà, você está muito perto de anônimo na internet. Na sua essência, Tails é uma versão do sistema operacional GNU/Linux otimizado para o anonimato. Ele vem com várias ferramentas de privacidade e criptografia, mais notavelmente usa o Tor, um aplicativo que torna anônima tráfego de internet de um usuário, encaminhando-o através de uma rede de computadores geridos por voluntários ao redor do mundo.


Ao dar boot pelo CD/ pendrive você verá a seguinte tela:
A tela do Tails com navegador TOR e telcado virtual:
Use em qualquer lugar sem deixar rastros
O uso do Tails em um computador não altera e nem depende do sistema operacional atualmente instalado. Assim, você pode usá-lo da mesma maneira no seu computador, no de um/a amigo/a ou no de uma biblioteca. Após remover o DVD ou memória USB com Tails, o computador pode ser reiniciado normalmente com o sistema operacional instalado.

Tails está configurado com especial cuidado para não usar o disco rígido do computador, mesmo que haja um espaço swap (área de troca) nele. O único espaço de armazenamento usado pelo Tails é a memória RAM, a qual é automaticamente apagada quando o computador é desligado. Desse modo você não deixa rastros no sistema do Tails em nem no computador. É por isso que o chamamos de "amnésico".

Isso permite que você trabalhe em documentos sensíveis em qualquer computador e te protege de tentativas de recuperação de dados após o desligamento. É claro que você pode explicitamente salvar documentos em outros dispositivos USB ou no disco rígido para usá-los futuramente.

Ferramentas criptográficas de alto nível
Tails contém ainda uma seleção de ferramentas para proteger seus dados usando criptografia forte:
- Criptografe sua memória USB ou disco rígido externo usando LUKS, a ferramenta padrão do Linux para criptografia de disco;
- Criptografa automaticamente com HTTPS todas as suas conexões com um grande número de sítios web usando HTTPS Everywhere, um complemento de Firefox desenvolvido pela Electronic Frontier Foundation;
- Criptografa e assina seus emails e documentos, usando o padrão de facto OpenPGP tanto a partir do cliente de emails do Tails quanto do navegador de arquivos;
- Protege suas conversações em comunicadores instantâneos usando OTR (Off-the-Record Messaging, apenas em inglês), uma ferramenta criptográfica para cifrar, autenticar e permitir negação plausível;
- Apagamento seguro dos seus arquivos e limpeza segura do seu espaço livre usando Nautilus Wipe.
sob a licença: Licença Publica Geral GNU (GPL)
página do projeto: tails.boum.org

É isso.

fonte
Continua »

24 de fevereiro de 2015

Data Crow 4.0.15 disponível para download - catalogador e organizador de mídias

0 comentários
Data Crow é um catalogador e organizador de mídias. Você sempre quis gerenciar todas as suas coleções em um único software? Você quer um produto que você possa personalizar para suas necessidades? Sua busca termina aqui! Data Crow permite criar um enorme banco de dados contendo todos os seus itens coletados. Você pode usar os serviços online para recuperar as informações em vez de digitar todas as informações novamente. Está disponível no site do desenvolvedor a versão 4.0.15.

CARACTERÍSTICAS
- Independe de plataforma;
- completamente portátil;
- Altamente personalizável;
- cataloga áudio, software, livro, contatos, filme e imagens;
- servidor web interno opcional e GUI web;
- importar informações de arquivo (MP3, DivX, XviD, ...);
- relatórios em PDF e HTML;
- criar novos módulos para criar uma coleção do que quiser/imaginar;
- disponíveis em vários idiomas, inclusive em português;
- Data Crow é software livre e etc.

OBTENDO E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar o programa no GNU/Linux, faça:
1 - Baixe o instalador do programa neste link;
2 - Abra seu navegador de arquivos e vá até à pasta do download;
3 - Descompacte o arquivo baixado;
4 - Dentro da pasta descompactada, execute o arquivo "Installer.sh" ou o "installer.jar". É só seguir o assistente.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "data crow". Clique no ícone correspondente para acioná-lo. A interface do programa:
Disponível:
Licença: GNU General Public License (v2)
página do projeto: datacrow.net

É isso.
Continua »

22 de fevereiro de 2015

Repositórios Debian - tipos e configuração completa

0 comentários
Um dos procedimentos fundamentais após instalar sua distribuição predileta é configurar os repositórios que se julga necessário para ter todos os programas, plugins e codecs desejados. No Debian não é diferente. Existe "4 tipos" de configuração para repositórios: sem pacotes proprietários, com pacotes proprietários, programas com versões recentes e Multimedia. Explicaremos aqui cada um deles.

LEGENDA:
$ => executar como usuário comum;
# => executar como superusuário/administrador.

0 - Acessando o Sources.list
Utilizando o editor de sua preferência, acesse seu sources.list:
# leafpad /etc/apt/sources.list  ENTER 

Troque leafpad pelo nome do seu editor.

1 - Usuários que não precisam de pacotes proprietários (padrão)

Acesse seu sources.list e verifique se possui, no mínimo, os seguintes repositórios (se não existirem... adicione o que estiver faltando):
# Repositórios padrões (sem contrib, sem non-free)
deb http://http.debian.net/debian/ wheezy main
deb http://http.debian.net/debian-security/ wheezy/updates main
deb http://http.debian.net/debian/ wheezy-updates main

Salve seu sources.list e execute os seguintes comandos:
# apt-get update  ENTER 
# apt-get upgrade  ENTER 
# apt-get dist-upgrade  ENTER 

2 - Usuários que precisam de pacotes proprietários (non-free)
Para ter à sua disposição pacotes proprietários, adicione as seguintes linhas ao seu sources.list:
# Repositórios padrões + pacotes proprietários
deb http://http.debian.net/debian/ wheezy main contrib non-free
deb http://http.debian.net/debian-security/ wheezy/updates main contrib non-free
deb http://http.debian.net/debian/ wheezy-updates main contrib non-free

Se você reparou, estas linhas nada mais são que a lista do item anterior adicionando-se ao final de cada repositório/linha as palavras "contrib" e "non-free".

Salve as alterações e feche o arquivo. Execute os seguintes comandos:
# apt-get update  ENTER 
# apt-get upgrade  ENTER 

Adicionando a sessão "contrib" você poderá instalar, por exemplo, o Adobe Flash Plugin com um comando simples (ou via gerenciador de pacotes como Synaptic):
# apt-get install flashplugin-nonfree  ENTER 

3 - Usuários que querem utilizar aplicativos mais recentes (backports)
Caso queira utilizar as versões mais recentes de programas (versões instáveis), realize (caso não tenha feito ainda) o item 2 e adicione as seguintes linhas ao seu sources.list:
# Repositórios Backports
deb http://http.debian.net/debian/ wheezy-backports main contrib non-free
deb http://mozilla.debian.net/ wheezy-backports iceweasel-release

Para atualizar sua lista de pacotes faça:
# apt-get update  ENTER 
# install pkg-mozilla-archive-keyring -y --force-yes  ENTER 
# apt-get update  ENTER 

Para instalar um determinado programa do repositório Backports faça:
# apt-get -t wheezy-backports install NomeDoPrograma  ENTER 

Para atualizar a distribuição utilizando os pacotes do repositório backports faça:
# apt-get -t wheezy-backports upgrade  ENTER 
# apt-get -t wheezy-backports dist-upgrade  ENTER 

4 - Repositório Multimedia (plugins e codecs proprietários)

Por padrão, não existe mais a necessidade de se utilizar este repositório, mas se for caso, acrescente a seguinte linha ao seu sources.list:
# Debian Multimedia
deb http://www.deb-multimedia.org wheezy main non-free

Salve o arquivo e execute os seguintes comandos:
# apt-get update  ENTER 
# apt-get install deb-multimedia-keyring  ENTER 
# apt-get update  ENTER 

Agora seu sources.list está completo e bem configurado.

É isso.
Continua »

9 de fevereiro de 2015

Como instalar Calibre 2.19.0 no Fedora, Manjaro, Debian e distribuições derivadas

0 comentários
A Equipe de desenvolvedores do Calibre está trabalhando a todo vapor para melhorar o aplicativo e já disponibilizou a versão 2.19.0. A maioria das atualizações feitas Calibre geralmente trazem correções. Novos recursos são introduzidos ao longo do tempo e o mesmo pode ser dito sobre a versão atual. Se você estiver editando ebooks, então é importante atualizar o mais rápido possível.
IMPORTANTE:
Por questões de estabilidade e segurança é aconselhável instalar a versão que está nos repositórios oficiais da sua distribuição.
INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar o programa basta abrir um terminal e correr o seguinte comando (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
sudo -v && wget -nv -O- https://raw.githubusercontent.com/kovidgoyal/calibre/master/setup/linux-installer.py | sudo python -c "import sys; main=lambda:sys.stderr.write('Download failed\n'); exec(sys.stdin.read()); main()"  ENTER 

Você verá o início da execução do script, é só aguardar...

Ou faça o download neste link.
Para mais informações de instalação visite esta página.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído pesquise por "calibre". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
ícone do gerenciador de biblioteca Calibre 2.13.0
É só desfrutar dos novos recursos desta ferramenta poderosa:

Caso queira remover o programa, faça:
sudo apt-get remove calibre calibre-bin  ENTER 

Disponível para:
Sob a licença: GNU General Public License
página do projeto: calibre-ebook.com

É isso.
Continua »

Manjaro Linux 0.8.12 (stable) disponível

1 comentários
Manjaro Linux é um sistema rápido, amigável orientada para o ambiente de trabalho operacional baseado no Arch Linux. As principais características incluem processo intuitivo de instalação, detecção automática de hardware, modelo rolling release estável, a capacidade de instalar vários kernels, scripts Bash especiais para o gerenciamento de drivers gráficos e extensa configurabilidade do desktop.
Manjaro Linux oferece Xfce e Openbox como padrão, bem como uma edição Net minimalista para usuários mais avançados. GNOME 3, KDE e Cinnamon estão disponíveis nos repositórios. Os usuários também se beneficiam com o fórum de suporte e uma vibrante comunidade Manjaro. A equipe de desenvolvimento disponibilizou (em 07/02/2015) a versão 0.8.12 (stable) para download.




página do projeto

É isso.
Continua »

Siliceno: transístor de silício com um átomo de espessura

0 comentários
Acaba de ser criado o primeiro transístor de siliceno, a forma mais fina possível de silício. Formado por uma única camada atômica de átomos de silício, o siliceno, uma espécie de "grafeno de silício", traz consigo a promessa de uma nova onda de miniaturização e equipamentos eletrônicos mais rápidos e com menor consumo de energia.

Contudo, apesar de suas excepcionais propriedades elétricas e eletrônicas, trabalhar com o siliceno é muito difícil porque, ao contrário do grafeno, que é plano, a camada monoatômica de silício tem "relevo", com os átomos de silício permanecendo sob tensão. Isto explica porque pouco progresso foi feito na área desde que o siliceno foi isolado em 2012.

Agora, Li Tao e seus colegas da Universidade do Texas em Austin, nos Estados Unidos, desenvolveram uma técnica que permite aprisionar o siliceno entre duas outras camadas, e então utilizá-lo para fabricar transistores, os elementos fundamentais dos chips.

Transístor de siliceno
No siliceno os átomos de silício não ficam alinhados verticalmente,
o que gera uma tensão no material assim que ele é  depositado sobre outro.
[Imagem: Nature Nanotechnology - 10.1038/nnano.2015.10]
A ideia é manter o siliceno o menos exposto possível ao ar, para que ele permaneça estável. O processo começa com a sintetização da camada monoatômica sobre uma camada de prata no interior de uma câmara de vácuo. Sobre o siliceno é a seguir aplicada uma camada de óxido de alumínio, mantendo o material protegido, permitindo que o sanduíche resultante possa ser retirado da câmara de vácuo.

Para tornar o siliceno funcional, o sanduíche é posto de forma invertida - com a camada de prata para cima - sobre uma base de óxido de silício, de forma a poder interligá-lo com outros componentes.

Tao então pacientemente "pescou" pequenos filamentos de prata que trazem consigo uma parte do siliceno, criando os eletrodos que permitem a interligação com a camada de silício monoatômico.

Isto feito, foi uma questão de testar o transístor monoatômico, que apresentou as esperadas "qualidades excepcionais", embora ainda compatíveis com um protótipo, por assim dizer, "feito à mão", sem qualquer otimização.

Materiais monoatômicos
Assim como os demais membros da família "eno" - grafeno, fosforeno, estaneno e germaneno - o siliceno tem agora pela frente o desafio de se mostrar estável e economicamente viável. Por enquanto, na dianteira está outra camada monoatômica que não leva "eno" no nome, a molibdenita, que recentemente se tornou o semicondutor mais fino possível.

Bibliografia:
Silicene field-effect transistors operating at room temperature
Li Tao, Eugenio Cinquanta, Daniele Chiappe, Carlo Grazianetti, Marco Fanciulli, Madan Dubey, Alessandro Molle, Deji Akinwande
Nature Nanotechnology
Vol.: Published online
DOI: 10.1038/nnano.2014.325

via
Continua »

1 de fevereiro de 2015

The Pirate Bay está de volta

0 comentários
Depois de ser invadida pela polícia há quase dois meses, o website de torrent mais famoso The Pirate Bay agora está novamente online. Aqueles que pensavam que o site nunca mais voltaria, se enganaram.

Para celebrar sua volta, os administradores do Pirate Bay colocaram um pássaro Fênix na primeira página, o que significa o fato de que o site não pode ser morto, apenas danificado.


É isso.
Continua »

SolydXK 201501 - distribuição baseada no Debian que pretende ser simples e segura

0 comentários
SolydX e SolydK são distribuições baseadas no Debian com os desktops Xfce e KDE, respectivamente. SolydXK pretende ser simples de usar, proporcionando um ambiente que seja estável e seguro. SolydXK é uma alternativa de código aberto para as pequenas empresas, organizações sem fins lucrativos e usuários domésticos. O projeto começou como uma variante não-oficial da edição "Debian" do Linux Mint com o KDE com o desktop padrão, mas que mais tarde foi dada a sua própria identidade como SolydK.
SolyXK (KDE como desktop)



Baseado em: Debian (Testing)
Origem: Holanda
Arquitetura: i386, x86_64
Desktop: KDE, Xfce
Popularidade no DistroWatch: 63
Página do projeto: solydxk.com

É isso.

fonte
Continua »

Como instalar Inkscape 0.91 no Ubuntu 15/.04 / 14.10 / 14.04 / 12.04 e distribuições derivadas via PPA

0 comentários
Inkscape é um editor open-source de gráficos vetoriais com capacidades semelhantes ao Illustrator, CorelDraw e Xara X, usando os padrões do W3C do formato de arquivo Scalable Vector Graphics (SVG). Inkscape suporta muitas funcionalidades SVG avançadas (marcadores, clones, alpha blending, etc). É muito fácil editar nós, executar operações complexas de caminhos, rastreamento de bitmaps e muito mais. Está disponível a versão 0.91 via PPA Inkscape Team.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu 15.04 / 14.10 / 14.04 / 12.04 e distribuições derivadas compatíveis basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:inkscape.dev/stable  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install -y inkscape  ENTER 

Ou faça o download neste link.

Quando o processo de instalação for concluído basta pesquisar por "inkscape". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
A interface do programa:
Qual o limite do programa?
A sua imaginação e talento:
disponível para:
sob a Licença Pública Geral GNU versão 2 (GPL v2)
página do projeto: inkscape.org

Bom trabalho!
Continua »

Como instalar Calibre 2.18.0 no Fedora, Manjaro, Debian e distribuições derivadas

0 comentários
A Equipe de desenvolvedores do Calibre está trabalhando a todo vapor para melhorar o aplicativo e já disponibilizou a versão 2.18.0. A maioria das atualizações feitas Calibre geralmente trazem correções. Novos recursos são introduzidos ao longo do tempo e o mesmo pode ser dito sobre a versão atual. Se você estiver editando ebooks, então é importante atualizar o mais rápido possível.
IMPORTANTE:
Por questões de estabilidade e segurança é aconselhável instalar a versão que está nos repositórios oficiais da sua distribuição.
INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar o programa basta abrir um terminal e correr o seguinte comando (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
sudo -v && wget -nv -O- https://raw.githubusercontent.com/kovidgoyal/calibre/master/setup/linux-installer.py | sudo python -c "import sys; main=lambda:sys.stderr.write('Download failed\n'); exec(sys.stdin.read()); main()"  ENTER 

Você verá o início da execução do script, é só aguardar...

Ou faça o download neste link.
Para mais informações de instalação visite esta página.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído pesquise por "calibre". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
ícone do gerenciador de biblioteca Calibre 2.13.0
É só desfrutar dos novos recursos desta ferramenta poderosa:

Caso queira remover o programa, faça:
sudo apt-get remove calibre calibre-bin  ENTER 

Disponível para:
Sob a licença: GNU General Public License
página do projeto: calibre-ebook.com

É isso.
Continua »
 

Copyright © TutorFree Design by Free CSS Templates | Blogger Theme by BTDesigner | Powered by Blogger