18 de dezembro de 2014

Como instalar LibreOffice 4.3.5 no Ubuntu 15.04 / 14.10 / 14.04 / 12.04 e distros derivadas via PPA

0 comentários
LibreOffice 4.3.5
Está disponível no PPA LibreOffice Team a versão 4.3.5 que traz algumas melhorias e novidades. Esta nova edição já pode ser instalada por usuários de Ubuntu e distribuições derivadas. Esta versão contém os mais recentes avanços do software estabilizados para utilização em empresas e usuários em geral. O PPA foi atualizado hoje pela manhã (18/12/2014), mas esta versão está disponível via PPA oficial para Ubuntu 15.04 / 14.10 / 14.04 / 12.04 e distros derivadas.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu 15.04 / 14.10 / 14.04 / 12.04 e distribuições derivadas compatíveis basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:libreoffice/ppa  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get dist-upgrade  ENTER 

Ou faça o download neste link

EXECUTANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação estiver concluido, pesquise no dash por "libreoffice" e clique no ícone do programa que deseja utilizar:
LibreOffice 4.3.5
A interface do programa:
LibreOffice 4.3.5 disponível
EXIBIR/OCULTAR A BARRA LATERAL
Para exibir a barra lateral, clique em "Ferramentas / Opções". Em seguida clique em LibreOffice / Avançado. No lado direito marque a caixa "Exibir barra lateral. Você precisará reiniciar a aplicação.

disponível para:
sob a licença: GNU Lesser General Public License (LGPL v3)
página do projeto: libreoffice.org | extensions.libreoffice.org

É isso.

vi a notícia no blog.pt-br.libreoffice.org

Continua »

KDEnlive - efeito censura

0 comentários
KDEnlive é um dos melhores editores de vídeo para GNU/Linux. Com ele você será capaz de produzir vídeos profissionais com efeitos de vídeo, transição, clips de título, títulos animados, picture in picture, entre outros. Neste vídeo mostraremos como adicionar censura à determinada região do vídeo. Este recurso pode ser extremamente útil caso haja a necessidade de se preservar a identidade de um determinado indivíduo, seja qual for o motivo.


É isso.

Continua »

Krop 0.4.6 - corte arquivos PDF para serem visualizados em eReaders

0 comentários
Krop é uma ferramenta para cortar arquivos PDF que podem ser visualizados em eReaders. Uma característica única do Krop é a sua capacidade para dividir automaticamente as páginas em subpáginas para ajustar o screensize limitado de dispositivos como eReaders. Isso é particularmente útil, se o seu eReader não suporta rolagem conveniente.

OBTENDO E INSTALANDO O PROGRAMA
Instalação Modo Gráfico
0 - faça o download do pacote .deb do programa neste link;
1 - abra seu navegador de arquivos e navegue até à pasta do download;
2 - Clique com o botão direito do rato sobre o arquivo baixado. No menu que aparece clique em "Abrir com a Central de Programas do Ubuntu". Aguarde...;
3 - Quando a Central de Programas estiver completamente carregada, clique no botão "Instalar". Aguarde...;
4 - Quando a instalação terminar, feche a Central de Programas.

Instalação Modo Texto
Para instalar o programa no modo texto basta abrir o terminal e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
cd /tmp  ENTER 
wget -c arminstraub.com/downloads/krop/krop_0.4.6-1_all.deb  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 
sudo apt-get -f install  ENTER 

Executando o Krop
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "krop". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
Krop 0.4.6
A interface do programa no Ubuntu:
A interface do Krop no Ubuntu
Krop é capaz de dividir automaticamente as páginas em sub-páginas:
Krop divide as páginas do PDF
disponível para: Disponível para sistema GNU/Linux
sob a licença: GNU General Public License version 3 (GPL v3)
página do projeto: arminstraub.com/computer/krop

É isso.

fonte
Continua »

Dash to Dock - uma extensão para transformar a barra lateral do Gnome numa dock

0 comentários
Você acha que o Dash do Gnome Shell poderia ser um pouco mais produtivo? O extensions.gnome.org oferece dezenas de extensões para personalizar seu Gnome Shell deixando-o mais adaptado às suas necessidades e rotina. Dash to Dock é uma extensão que irá transofrmar a barra lateral do Gnome numa dock, tornando mais fácil o acesso aos programas e a passagem mais rápida entre janelas e desktops.


Dash para dock:
extensão gnome shell dash to dock
A troca de desktop pode ser feita diretamente da "dock" através do terceiro botão do mouse:
extensão gnome shell dash to dock e mudança de desktop
A extensão no Gnome Shell 3.4.2:
extensão gnome shell dash to dock no Gnome 3.4.2
 A extensão no Gnome Shell 3.14.x:
extensão gnome shell dash to dock no Gnome 3.14.x

É isso.

Continua »

LXMED - interface gráfica para editar o menu do LXDE

0 comentários
O LXDE (Lightweight X11 Desktop Environment) é um ambiente de área de trabalho extremamente rápido, ágil e poupador de energia. Vem com uma interface com o usuário altamente configurável, suporte a múltiplos idiomas, atalhos de teclado padrões e características adicionais, como um gerenciador de arquivos com navegação em abas. O LXDE exige menos da CPU e consome menos memória RAM. Ele é desenhado especialmente para computadores em nuvem com especificações de hardware limitadas, como netbooks, dispositivos móveis (ex.: MIDs) ou computadores antigos.

Muitas das configurações do LXDE são feitas editando-se arquivos de configuração de puro texto, exigindo o mínimo de conhecimento do usuário. LXMDE (LXde MEnu EDitor) é um pequeno e simples interface do usuário (GUI) fácil de usar e que permite personalizar o menu LXDE. Muito útil para pessoas que querem criar menus personalizados sem muita dificuldade.

OBTENDO E INSTALANDO O LXMED
Para instalar o programa basta correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
Programas de terceiros... instale por sua conta e risco!
su -  ENTER 
cd /tmp  ENTER 
wget -c ufpr.dl.sourceforge.net/project/lxmed/lxmed-20120515.tar.gz  ENTER 
tar -jxvf lxmed-20120515.tar.gz  ENTER 
cd /lxmed  ENTER 
chmod +x install.sh  ENTER 
./install.sh  ENTER 

EXECUTANDO O PROGRAMA
O programa estará disponível no "Menu Principal -> Preferências -> Main Menu Editor". A interface é bem intuitiva, não necessitando de curva de aprendizagem:
lxde menu editor
O LXMED ainda te dá a opção de configurar o menu no modo texto:
disponível para: Lxde Desktop
sob a GNU General Public License version 3 (GPLv3)
página do projeto: lxmed.sourceforge.net

É isso.

Continua »

MyTourbook 14.10.0 disponível - visualização e análise de trajetos percorridos gravados por um dispositivo GPS

0 comentários
MyTourbook é um software open source para visualizar e analisar trajetos que são gravados por um dispositivo GPS. Pode ser de moto, carro, maratona, caminhada ou viagem. Você pode importar, exportar, editar e visualizar estes trajetos/passeios. Visualização de imagens inseridas, análise de freqüência cardíaca, compara passeios automaticamente, análise estatística. Roda em diferentes plataformas. Está disponível a versão 14.10.0.

OBTENDO E INSTALANDO O PROGRAMA
0 - certifique-se que você tem máquina virtual JAVA instalado no seu sistema;
1 - faça o download do programa neste link;
2 - abra seu navegador de arquivos e navegue até à pasta do download;
3 - descompacte o arquivo baixado;
3 - na pasta descompactada clique com o botão direito do rato sobre o arquivo mytourbook. No menu que aparece clique em "propriedades". Na guia "permissão" marque a caixa "permitir execução";

EXECUTANDO O PROGRAMA
Faça clique-duplo sobre o arquivo mytourbook para executá-lo. A interface do programa:
São dezenas de recursos para acompanhamento de suas atividades:
disponível para: disponível para: linux, mac e windows
sob a licença: GNU General Public License versão 2.0 (GPL v2)
página do projeto: mytourbook.sourceforge.net

É isso.

fonte

Continua »

17 de dezembro de 2014

Como instalar o Kupfer no Kubuntu 14.10 - um lançador de aplicativos no estilo Gnome Do

0 comentários
Kupfer é um lançador no estilo Gnome Do, ou seja, uma interface gráfica para acesso rápido e conveniente às aplicações e arquivos do seu computador. O uso mais comum é encontrar uma aplicação específica e lançá-la. Os recursos do Kupfer podem ser estendidos através de plugins para pesquisa e acesso rápido para muito mais objetos do que apenas aplicações. Você poderá melhorar seu desempenho personalizando as preferências da aplicação e adicionando ou modificando atalhos de teclado. Kupfer está disponível nos repositórios oficiais do Debian e derivados.

INSTALAÇÃO MODO GRÁFICO
Para instalar o programa no modo gráfico no Kubuntu, faça:
1 - Abra o gerenciador de pacotes do Kubuntu ();
2 - No gerenciador de pacotes, no campo de pesquisa () busque por "kupfer";
3 - Faça clique-simples sobre o primeiro resultado para visualizar mais opções ();
4 - Clique no botão "Instalar" () para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada (), digite-a e clique no botão "Autenticar" para prosseguir;
5 - Isto pode demorar um pouco. Aguarde... ();
6 - Quando o processo de instalação for concluído, feche o gerenciador de pacotes.

INSTALAÇÃO MODO TEXTO
Para instalar basta abrir um terminal e correr o seguinte comando (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
sudo apt-get install kupfer  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído tecle CTRL+ESPAÇO ou pesquise por "kupfer". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
Para começar uma pesquise digita uma letra qualquer e tecle SETA PARA BAIXO para exibir mais resultados:
Você pode estender o raio de ação do Kupfer através de plugins:
disponível para:
sob a licença: GNU General Public License (GPL)
página do projeto: engla.github.io/kupfer

fonte

Continua »

Cartões de crédito ganham proteção quântica contra fraudes

0 comentários
Autenticação Quântica Segura: A mecânica quântica é a mais nova ferramenta na luta contra a clonagem e a falsificação de cartões de crédito e débito. Sebastianus Goorden e seus colegas da Universidade de Twente, na Holanda, usaram uma técnica de criptografia quântica para autenticar uma chave física que é virtualmente impossível de ser fraudada.

A técnica, chamada Autenticação Quântica Segura, pode confirmar a identidade de qualquer pessoa ou objeto, incluindo cartões de débito ou crédito, mesmo se uma informação essencial tiver sido roubada - o cartão inteiro, por exemplo.

Os chips dos chamados "cartões inteligentes" melhoraram muito a segurança, mas, independentemente da complexidade do código neles criptografado, ou das várias camadas de segurança utilizadas, um ladrão que leve o cartão poderá reproduzir essas informações ou emulá-las.

A nova técnica usa as propriedades quânticas da luz em um sistema de pergunta e resposta que não pode ser copiado. A base de tudo é a propriedade quântica que permite que os fótons estejam em múltiplos locais ao mesmo tempo.

Proteção contra clonagem de cartões
O processo funciona com a transmissão de um pequeno número de fótons (a pergunta) sobre uma área do cartão de crédito tratada com uma tinta especial de nanopartículas e, a seguir, do monitoramento do padrão gerado (a resposta) quando esses fótons incidem sobre a superfície. Como - no mundo quântico - um único fóton pode existir em vários locais, torna-se possível criar um padrão complexo com poucos fótons, ou mesmo com apenas um.

"A chave é autenticada iluminando-a com um pulso de luz que contenha menos fótons do que os graus de liberdade espaciais e verificando a forma espacial da luz refletida. Os princípios físico-quânticos proíbem um atacante de caracterizar completamente o pulso de luz incidente. Desta forma, ele não pode emular a chave reconstruindo digitalmente a resposta óptica esperada mesmo se todas as informações sobre a chave forem conhecidas publicamente," afirmam os pesquisadores.

Devido às propriedades quânticas da luz, qualquer tentativa de observar o procedimento gera uma decoerência, ou seja, a destruição da informação que está sendo trocada, impedindo a clonagem do cartão. Segundo a equipe, isto é suficiente para que a Autenticação Quântica Segura seja inquebrável, independentemente de quaisquer desenvolvimentos futuros na tecnologia.

Bibliografia:
Quantum-secure authentication of a physical unclonable key
Sebastianus A. Goorden, Marcel Horstmann, Allard P. Mosk, Boris Skoric, Pepijn W. H. Pinkse
Optica
Vol.: 1, Issue 6, pp. 421-424
DOI: 10.1364/OPTICA.1.000421

fonte

Continua »
 

Copyright © TutorFree Design by Free CSS Templates | Blogger Theme by BTDesigner | Powered by Blogger