31 de outubro de 2014

Como instalar LibreOffice 4.3.3.2 no Debian, Mint, Ubuntu e Elementary OS

0 comentários
Foi liberada a versão de desenvolvimento 4.3.3.2 da suite de escritório LibreOffice, não indicada para produção. Com esta disponibilização ganhamos muitas correções de bugs e melhorias. Se você rodar em GNU/Linux, a variante GCJ Java tem problemas conhecidos com o LibreOffice, aconselha-se utilizar, por exemplo, o OpenJDK. A versão para Mac OS não agregar a extensão MediaWiki.

REMOVENDO VERSÃO ANTERIOR DO LIBREOFFICE
Antes de tudo, vamos desinstalar qualquer versão anterior do LibreOffice. Portanto abra o terminal e corra os seguintes comandos:
su -  ENTER 
apt-get remove --purge libreoffice*  ENTER 
apt-get autoclean  ENTER 
apt-get autoremove  ENTER 

INSTALANDO A NOVA VERSÃO DO LIBREOFFICE
Para sistema de 32 bits
Para instalar o Libreoffice 4.3.3.2 abra o terminal e corra os seguintes comandos:
su -  ENTER 
cd /tmp  ENTER 
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb/DEBS/  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Pacote de tradução para o Português Brasileiro
Para instalar o Pacote de tradução para o Português Brasileiro, faça no terminal:
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_langpack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_langpack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_langpack_pt-BR/DEBS/  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Ajuda OffLine
Para instalar o Pacote de ajuda offline, faça no terminal:
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_helppack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_helppack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86_deb_helppack_pt-BR/DEBS/  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Para sistema de 64 bits
Antes de tudo, vamos desinstalar qualquer versão anterior do LibreOffice. Portanto abra o terminal e corra os seguintes comandos:
su -  ENTER 
cd /tmp  ENTER 
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86_64/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb/DEBS  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Pacote de tradução para o Português Brasileiro
Para instalar o Pacote de tradução para o Português Brasileiro, faça no terminal:
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86_64/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_langpack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_langpack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_langpack_pt-BR/DEBS/  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Ajuda OffLine
Para instalar o Pacote de ajuda offline, faça no terminal:
wget -c download.documentfoundation.org/libreoffice/testing/4.3.3/deb/x86_64/LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_helppack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
tar -xzvf LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_helppack_pt-BR.tar.gz  ENTER 
cd LibreOffice_4.3.3.2_Linux_x86-64_deb_helppack_pt-BR/DEBS/  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "libreoffice". Clique no ícone correspondente para acioná-lo.

A interface dos aplicativos:
disponível para:
sob a licença: GNU Lesser General Public License (LGPL v3)
página do projeto: libreoffice.org

É isso.
Continua »

Plasma 5 será o desktop padrão no Kubuntu 15.04

0 comentários
Plasma 5, a próxima geração de desktop KDE impressionou a maioria dos usuários GNU/Linux desde o início pelo seu visual moderno, decoração minimalista e ainda não deixando a natureza modular deste ambiente. Na verdade, em vez se profundas modificações, o projeto escolheu acrescentar racionalidade e permitir acesso mais rápido as funções mais diferentes, que é algo que alguns veteranos GNOME perderam no seu desktop.

Está sendo trabalhada melhor integração com outros componentes do KDE (estruturas e aplicações) e ainda está sendo trabalhado em alguns aspectos, tais como o conjunto de ícones e suporte ao Wayland.

Mas a boa notícia é que isso vai mudar em breve, conforme anunciado pelo desenvolvedor do projeto Kubuntu Jonathan Riddell em seu blog, a próxima versão da distribuição, a Kubuntu 15.04, que será lançada em abril de 2015, trará o Plasma 5 como um ambiente de desktop padrão porque "mostrou-se como uma plataforma sólida e confiável", e é hora de mostrar ao mundo, por assim dizer.
As imagens que acompanham o post são algumas criações do designer Ken Vermette, na primeira vemos um combinando KDE com um menu melhorado. São apenas sugestões para versões futuras do KDE.

via lamiradadelreplicante | blogs.kde.org
Continua »

30 de outubro de 2014

Como instalar o editor WYSIWYG de ebook SIGIL 0.8.0 no Ubuntu 14.10 / 14.04 e distros derivadas via PPA

0 comentários
Sigil é um editor WYSIWYG de ebook multi-plataforma com verificação ortográfica e com suporte a XHTML e SVG, tem suporte total a UTF-8, múltiplas visualizações, incluindo o código do livro e visualização dividida. Suporta todos os documentos XHTML sob a especificação OPS. Tenha o controle completo sobre sintaxe EPUB editando diretamente no modo de exibição do código.

O índice pode ser gerado com multi-nível com suporte a títulos. Você tem um editor de metadados com suporte completo para todas as entradas de metadados possíveis, verificação ortográfica com dicionários configuráveis, localizar e substituir, suporte básico a XPGT. Suporta à importação de EPUB e arquivos HTML, imagens, folhas de estilo e fontes, etc, etc e etc.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu 14.10 /14.04 e distribuições derivadas basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:sunab/sigil-git  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install sigil  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "sigil". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
A interface do programa:

disponível para:
sob a licença pública geral GNU v3 (GPL v3)
página do projeto: code.google.com/sigil

É isso.
Continua »

Youtube-DLG 0.3.5 - interface gráfica para baixar vídeos do Youtube

0 comentários
Youtube-dl é uma das melhores ferramentas de linha de comando que nos permite baixar vídeos do portal do YouTube escolhendo tamanho e resolução preferida. Mas se você não se sente totalmente à vontade em trabalhar com comandos, pode optar pelo Youtube-DLG, esta interface permite baixar vários vídeos simultaneamente, extrair o áudio, selecione a qualidade de vídeo e muito mais. Baixe já seus vídeos de forma ainda mais fácil.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu 14.10 / 14.04 / 13.10 / 12.10 / 12.04 e distribuições derivadas basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install youtube-dl youtube-dlg  ENTER 

Ou faça o download neste link.

ACIONANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise no Dash por "youtube-dl". Clique no ícone correspondente () para acioná-lo.

A interface do programa:
 Escolha o formato e a qualidade do vídeo:
 Escolha o formato do áudio:
 Entre várias outras guias com opções de configurações de legendas, saída, playlist e etc:

disponível para:
sob a licença: domínio público
página do projeto: rg3.github.com/youtube-dl

É isso.
Continua »

O que fazer depois de instalar o Ubuntu 14.10?

0 comentários
Você acabou de instalar/atualizar seu Ubuntu 14.10 e está super animado para tirar proveito de todos os recursos que um sistema GNU/Linux pode oferecer. Você quer ter disponível todos os programas / plugins / codecs para ouvir suas músicas preferidas, assistir aos DVDs dos seus filmes e séries, ripar CD/DVD para ter uma cópia de segurança, afinal mídia não é a prova de tudo, assistir aos vídeos do Youtube, etc, etc e etc. Neste postagem tentaremos deixar seu Ubuntu 14.10 completo o suficiente para torná-lo utilizável.

1 - Ligue seu PC e faça login no sistema;
2 - Clique no ícone do sistema. Clique na opção "Configurações do sistema":

3 - Configurando repositórios
No canto superior esquerdo, clique no ícone do Ubuntu [1] para chamar a "malha"(ou dash). No campo de pesquisa [2] digite "programas". Você terá alguns resultados. Clique em "Programas e atualizações" [3]:

No diálogo Canais de software:

Esta configuração é válida para quem possui conexão com a internet!

a) Guia Aplicativos Ubuntu - nesta versão estão marcados por padrão todos os repositórios. Deixe como está;
b) Guia Outros programas - selecione as duas primeiras opções, caso ainda não estejam selecionadas:

Ao primeiro clique de tentativa de modificação, você começara a entender que no sistema GNU/Linux, qualquer tarefa importante de modificação do sistema só ocorrerá mediante apresentação das credenciais do administrador, ou seja, você precisa de privilégios de ROOT. Se um diálogo solicitando sua senha de administrador surgir, digite-a e clique no botão "Autenticar" para prosseguir.
c) Guia Atualizações - se quiser sempre ter as versões mais atuais disponibilizadas pelo projeto Ubuntu marque as 4 opções. Agora, se quiser um sistema ainda mais estável deixe desmarcada as últimas duas opções: "Atualizações de pré-lançamentos (utopic-proposed)" e "Atualizações não suportadas (utopic-backports)". Você decide o que marcar, aqui é apenas uma sugestão:
d) Guia Drivers adicionais - aqui é possível instalar o driver para sua placa de vídeo, caso ela tenha suporte. Escolha a opção desejada. Se neste exemplo eu quisesse instalar o driver encontrado, bastaria marcar a primeira opção e clicar no botão "Aplicar alterações" e aguardar o processo se concluir:
Marque a opção referente ao seu hardware e clique no botão "Aplicar alterações":
Clique no botão "Fechar".

4 - Desabilitar a lente da Amazon
Pesquise por "segurança". Clique em "Segurança e privacidade":
Se você é uma pessoa que valoriza a sua privacidade desligue a lente Amazon:
Clique em "Todas as configurações" para voltar à página principal.

5 - Configurando o consumo de energia
Se quiser, aproveite e configure o consumo de energia. No grupo "Hardware", clique em "Energia":
No diálogo energia, configure de acordo com suas necessidades:
Agora pode clicar no botão fechar para sair das configurações do sistema.

6 - Atualizando repositórios e o sistema
Atualize seus repositórios. Abra um terminal (CTRL+ALT+T) e corra os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get upgrade  ENTER 

7 - Desabilitar relatório de erro
A - Abra um terminal e corra o seguinte comando:
sudo gedit /etc/default/apport  ENTER 

Ou... faça Alt+F2 e digite o seguinte comando gksu gedit /etc/default/apport. Tecle ENTER:
B - Tudo que você precisa fazer é alterar o valor de "enable" (última linha do arquivo) de 1 para 0. Uma vez alterado, salve e feche o arquivo:

8 - OPENJDK e JAVA da Sun
O Open-jdk já vem instalado por padrão e é funcional, você não precisa fazer absolutamente nada. Não há necessidade de adicionar nenhum PPA. Mas se prefere o JAVA da Sun, faça no terminal:
sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install oracle-jdk7-installer  ENTER 

Será solicitada a confirmação para prosseguir, deixe marcado OK. Basta Teclar ENTER para prosseguir:
Será perguntado se você aceita ou não a licença. Para aceitá-la, use a seta para a esquerda para selecionar "SIM" e tecle ENTER para continuar a instalação:

Para instalar o Open-JDK (alternativa ao JAVA da SUN, mantido pela comunidade opensource), basta correr o seguinte comando num terminal:
sudo apt-get install openjdk-7-jdk open-jdk-jre  ENTER 

9 - Multimídia
Para instalar pacotes para execução dos principais tipos de mídia, fontes da Microsoft e Adobe Flash Plugin, faça:
sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras  ENTER 

Será instalado o pacote de fontes da Microsoft. Você precisa aceitar os termos da licença se quiser tê-las instaladas no seu sistema. No primeiro diálogo basta teclar "ENTER":
Para aceitar a licença use as teclas direcionais para selecionar "Sim". Em seguida tecle "ENTER":

Alternativas ao Flash
Se você procura por alternativas livres ao Flash, você pode tentar o Lightspark, Gnash ou o plugin Shumway da Mozilla...
A - Para instalar o Lightspark, faça:
sudo apt-get install lightspark browser-plugin-lightspark  ENTER 

B - Para instalar o Gnash, faça:
sudo apt-get install gnash mozilla-plugin-gnash  ENTER 

C - Para instalar o plugin Shunway da Mozilla, faça:
Confira este post.

10 - Alguns pacotes importantes
Para instalar alguns pacotes e aplicações importantes:
sudo apt-get install gstreamer0.10-plugins-ugly gxine libdvdread4 totem-mozilla icedax tagtool easytag id3tool lame nautilus-script-audio-convert libmad0 mpg321 vlc  ENTER 

Em seguida execute no terminal:
sudo /usr/share/doc/libdvdread4/install-css.sh  ENTER 

11 - Compressão / Descompressão de arquivos
Para comprimir e descompactar os principais tipos de arquivos, faça:
sudo apt-get install p7zip-rar p7zip-full unace unrar zip unzip sharutils rar arj cabextract file-roller uudeview mpack  ENTER 

12 - Barra de Rolagem Modo Normal
Para exibir a barra de rolagem sem o efeito de sobreposição, execute no terminal:
gsettings set com.canonical.desktop.interface scrollbar-mode normal  ENTER 

Caso queira voltar ao modo default, faça:
gsettings reset com.canonical.desktop.interface scrollbar-mode  ENTER 

13 - Exibir o nome do usuário na barra:
Para exibir o nome do usuário na barra do Ubuntu 14.10, faça no terminal:
gsettings set com.canonical.indicator.session show-real-name-on-panel true  ENTER 

Para ocultá-lo novamente, faça:
gsettings set com.canonical.indicator.session show-real-name-on-panel false  ENTER 

Acho que estes procedimentos são o suficiente para deixar seu Ubuntu utilizável.

Seja bem-vindo ao mundo livre!
Continua »

29 de outubro de 2014

Como instalar o Ubuntu 14.10 Utopic Unicorn em dual boot com MS Windows (passo-a-passo)

0 comentários
Você tem MS Windows instalado no seu computador mas gostaria de experimentar o Ubuntu GNU/Linux instalado diretamente no seu HD ao lado do XP/Seven/8? Neste post mostraremos como realizar este procedimento, do particionamento à instalação. Este tipo de instalação tira um maior proveito dos recursos reais de um sistema GNU/Linux do que tê-lo emulado em uma máquina virtual.

pondo a mão na massa
0 - antes de tudo:
a) faça a desfragmentação das partições. Inclusive da D, caso ela exista; 
b) faça uma cópia de segurança dos seus arquivos. Considere a possibilidade das coisas saírem erradas;

1 - se ainda não tiver feito, configure seu PC para dar BOOT pelo CD/DVD;
2 - ligue seu computador e insira o DVD do Ubuntu GNU/Linux 14.10 Utopic Unicorn  no drive. Aguarde...;
3 - no início do carregamento do CD/DVD aparecerá uma tela de fundo roxo com o ícone de acessibilidade, tecle F2 para abrir as opções de idioma. Utilizando as setas direcionais escolha o seu. Tecle ENTER para prosseguir:
4 - na tela seguinte escolha "Experimentar o Ubuntu sem instalar", assim você pode testar/verificar como se comportaram as placas de som/vídeo e a conexão com a internet:
Aguarde o carregamento do sistema:
5 - Para verificar as opções desejadas, como a internet, basta clicar no ícone do Firefox ou de qualquer outro aplicativo. Tudo testado, clique sobre o atalho "Instalar o Ubuntu 14.10" para iniciar o assistente de instalação:
6 - No primeiro item do assistente, deixe marcado o idioma que escolhemos na inicialização (português do Brasil). Clique no botão "Continuar":
7 - Na tela seguinte, caso tenha uma conexão com a internet disponível, marque as opções "Baixar atualizações enquanto instala" e "Instalar esse programa de terceiros". Clique em "Continuar":
8 - Muita atenção nesta etapa da instalação!
Escolha a Opção Avançada, ou seja, particionamento personalizado. Clique em Continuar:
9 - A tela seguinte mostrará os discos e partições existentes. Iremos redimensionar a partição que está o MS Windows. Você pode também utilizar uma segunda partição, como a D:\, caso seu HD tenha uma segunda partição. Neste nosso exemplo estamos considerando que você tem uma única partição. Clique sobre a partição ntfs. Em seguida clique no botão "Change":
10 - Você verá o diálogo "Editar partição". O campo "Tamanho" é mostrado em MB. Redimensione a partição. Neste exemplo usarei uma partição de 40 GB, reduzirei para metade (no meu exemplo: + ou - 20 GB). Use valores de acordo com a capacidade do seu HD. Em "Usar como" deixe "não usar a partição":
11 - Você receberá um aviso sobre mudanças. Clique no botão "Continuar":
12 - De volta ao diálogo de particionamento você verá a sua partição NTFS e agora o espaço livre. Clique sobre "espaço livre" e em seguida clique no botão adicionar (+):
13 - Para instalar o sistema GNU/Linux você precisa criar uma partição EXT4 (ou EXT3). Não utilize o espaço total, deixe 2 ou 4 GB livres:

Tamanho - defina o tamanho da nova partição;
Tipo para a nova partição - primária;
Localização: Início deste espaço;
Usar como - "journaling" ext4;
Ponto de Montagem: /

Clique em "OK".

Agora você tem uma partição NTFS (com seu Windows), uma partição EXT4 (Ubuntu 14.10) e o espaço livre:
14 - Selecione o "espaço livre" (dê um clique-simples sobre ele) e em seguida clique no botão adicionar (+). Iremos criar a partição de troca (SWAP). No diálogo que aparece, configure da seguinte forma:
Tamanho - utilize o tamanho total do espaço livre;
Tipo para a nova partição - lógica;
Usar como - Área de troca (swap).

Clique no botão "OK" para finalizar a edição da nova partição.

Você deve ter algo semelhante à imagem abaixo. Três partições: NTFS, EXT4 e SWAP:
Certifique-se que SOMENTE a EXT4 está marcada para a formatação. Clique no botão "Instalar agora" para iniciar a instalação do Ubuntu 14.10:
Um diálogo surgirá solicitando a confirmação nas mudanças no disco:
15 - Você deverá ver o mapa mundi. Escolha seu fuso horário. Para escolher um fuso diferente basta clicar sobre o ponto referente no mapa ou digite o nome da cidade. Se o que está sendo apresentado estiver correto basta clicar em "Continuar" para prosseguir:
16 - Escolha o layout do seu teclado ou clique no botão "Detectar layout do teclado" para que o assistente tente detectar automaticamente (o método não tem garantia 100% de sucesso):
17 - Na tela seguinte digite seus dados pessoais:
Seu nome - nome/palavra que aparecerá na barra. É o nome do usuário que pode ter letras maiúsculas e minúsculas;
Nome do seu computador - digite um nome para sua máquina;
Escolha um nome para o usuário - nome que o sistema identificará você (sem espaços, com letras minúsculas, de preferência);
Escolha uma senha - escolha uma senha forte que contenha letras maiúsculas e minúsculas com números e símbolos, mas que seja fácil de memorizar;
Confirme a senha - redigite a senha escolhida;

Não é aconselhável marcar a opção "Iniciar sessão automaticamente".

NÃO TRAGA maus hábitos para o MUNDO GNU/LINUX!

Deixe marcado a opção "Solicitar minha senha para entrar".
Se achar necessário, por uma questão de segurança, marque a opção "Criptografar minha pasta pessoal";

Clique no botão "Continuar":
18 - Os arquivos do sistema serão copiados e pacotes serão baixados. É só aguardar. O tempo de conclusão dependerá do poder de processamento do seu PC e da sua banda larga:
19 - Quando a instalação terminar você verá o diálogo "Instalação concluída". Clique em "Reiniciar agora":
iniciando o novo sistema
No desligamento você é solicitado(a) a retirar a mídia de CD/DVD do drive, faça isso e tecle ENTER:
Agora sempre que você ligar sua máquina verá o menu abaixo. Esta é a tela do GRUB (programa que identifica os sistemas operacionais instalados no seu HD). Para iniciar o Ubuntu é só esperar alguns segundos ou teclar ENTER:
Caso queira usar seu MS Windows use as teclas direcionais e desça até à linha do Windows e tecle ENTER.

Clique no campo da senha, digita-a e teclar ENTER par acessar seu novo sistema:
Você verá o Ambiente do usuário:
Caso queira um artigo mais completo que cobre inclusive o redimensionamento das partições pelo Windows, leia o artigo idealizado pelo Thomas, um dos muitos amigos samurais que fiz na época de  Nihon:

(76 páginas | PDF | 46,2 MB | Link direto)

É isso.
Continua »
 

Copyright © TutorFree Design by Free CSS Templates | Blogger Theme by BTDesigner | Powered by Blogger