22 de julho de 2014

LibreOffice mais Colorido

3 comentários



Se você acha que a paleta de cores do LibreOffice poderia ter mais cores, ou então se você está sempre querendo usar cores diferentes para obter um trabalho mais personalizado e sofisticado... Há uma solução colorida e elegante...

No site www.openlogic.com encontrei uma paleta de cores para o LibreOffice, com mais opções. E o que mais chama a atenção é que ensinam como foi feita, os cuidados que tiveram, etc  e o resultado ficou muito bom:


São muitas opções



Instalação:


depois descompacte o arquivo

  • Será extraida a pasta "LibreOffice-Colors-master". Entre nela, copie o arquivo "colors.soc"
  • Na sua pasta pessoal, dê CTRL + H para exibir pastas ocultas


  • Renomeie aquele arquivo colors.soc para standard.soc, 



  • Pronto
  • Basta abrir qualquer aplicativo do LibreOffice para usar sua nova paleta



Desfazendo:

Se não gostar da paleta... na pasta HOME/.config/libreoffice/4/user/config/ apague o arquivo standard.soc (que renomeamos) e mude o nome do standard.soc.backup para standard.soc e você retornará às cores da paleta anterior


------------------------------------------------------------------------
Fica a dica dessa excelente opção que torna o LibreOffice ainda mais útil
------------------------------------------------------------------------


Continua »

20 de julho de 2014

Leia feeds, compartilhe notícias no LinkedIn, Blogger e imprima com o QuiteRSS. Nova Versão Lançada (via PPA)

2 comentários
O leitor de feeds QuiteRSS recebeu uma atualização recentemente, trazendo algumas melhorias e correções de bugs.



QuiteRSS é um leitor de notícias de feeds RSS/Atom open source e multi plataforma, que pretende ser bastante rápido e confortável para o usuário. Possui navegador embutido (Baseado no Webkit), filtros de feeds e de notícias, adblock, click to flash, importação e exportação de feeds usando arquivos OPML, e muito mais.


Parta completar, nessa versão o leitor permite compartilhar notícias no Evernote, Google, Facebook, Twitter, LiveJournal, Pocket, VK, LinkedIn, Blogger, via e-mail ou em formato de impressão [através do serviço PrintFriendly ou imprimir diretamente (CTRL + P) para impressora ou para arquivo (PDF ou PostScript).

Como instalar o leitor de RSS QuiteRSS no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o leitor de RSS QuiteRSS no Ubuntu e poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:
sudo add-apt-repository ppa:quiterss/quiterss  ENTER 

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update  ENTER 

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install quiterss -y  ENTER 

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:quiterss
____________________________________________________________

Usando o QuiteRSS


O uso do Programa é bem simples, você pode adicionar um Feed individualmente, clicando no ícone +

Depois Escreva/cole a url do endereço do blog que você quer adicionar nos feeds

Clique em avançar >



Agora escolha a categoria/pasta sobre o tema que o blog escreve (para ficar mais organizado), e você pode criar novas categorias/pastas coo preferir.

____________________________________________________________
Você também pode importar (ou exportar) um arquivo .opml com todos os feeds que você segue



O software QuiteRSS é bem interessante e muito prático para quem acompanha vários blogs. Vale a pena experimentar.
____________________________________________________________

Referências:


____________________________________________________________
Fica a dica e não se esqueça de nos adicionar aos seus feeds ( tutorfreebr.blogspot.com ) 
E também, se quiser, o blog do Edivaldo ( edivaldobrito.com.br ) de onde lí a notícia atravez de feeds.
Continua »

26 de maio de 2014

[OFF] Última Postagem

42 comentários
Gostaria de avisar a todos os visitantes que esta é a minha última postagem (não por morte). Manter o blog com material que eu julgo de qualidade e que tem haver com a minha filosofia e à filosofia do software livre, com tutoriais e instalações de testes, demanda uma parte do dia. Parte esta que eu já não posso mais dedicar. Ou eu mantenho o BLOG ou eu estudo. Dedicarei meu tempo exclusivamente à segunda opção.

Peço desculpas a todos, mas principalmente aqueles que se inscreveram recentemente. Se alguém quiser continuar acompanhando matérias e tutoriais, estarei nas redes sociais. Peço desculpas. Esta decisão é definitiva. Tenho o sonho de desenvolvedor para seguir. É duro abandonar o que levou anos para ser construído. É uma decisão difícil, mas eu preciso escolher.

Deixo aqui a minha fatia de contribuição aos novatos e para os nem tão novatos assim. Há dezenas e dezenas de dicas de softwares para aqueles que estão migrando. Mesmo sem postar, acredito que o material será de grande valia por um longo tempo.

Obrigado a todos!
Continua »

21 de maio de 2014

Puddletag 1.0.3 - editor de tags de áudio para GNU\Linux

2 comentários
Já apresentamos aqui o PuddleTag, um editor de tags de áudio, open source para o GNU/Linux semelhante ao programa Mp3tag (Windows). Diferentemente da maioria dos aplicativos da categoria, usa um esquema de planilha para que todas as marcas que você deseja editar manualmente estejam visíveis e facilmente editáveis. Os recursos do editor de tags usuais são suportados como informações da etiqueta de nomes de arquivos, renomear com base em suas marcas usando padrões e edição de tag básica. Os formatos suportados: ID3v1, ID3v2 (mp3), MP4 (mp4, m4a, etc.), VorbisComments (ogg, flac), Musepack (mpc), Monkey’s Audio (.ape) and WavPack (wv). E você pode instalar a última versão a partir do PPA Webup8 team.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu 14.10 / 14.04 / 13.10 / 13.04 / 12.10 / 12.04  e distribuições derivadas basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/puddletag  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install puddletag  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise no Dash por "puddletag". Clique no ícone correspondente para acioná-lo.

A interface do programa:

plugins
traduções

disponível para:
sob a licença: GNU General Public License version 3.0 (GPL v3)
página do projeto: puddletag.sourceforge.net

É isso.
Continua »

Trisquel GNU/Linux 6.0.1 disponível - uma distribuição 100% livre

0 comentários
Trisquel GNU/Linux é uma distribuição 100% livre. Ele vem com uma seleção completa de programas que pode ser facilmente estendidas usando um instalador gráfico. Existem várias edições disponíveis, incluindo o "mini" edition para netbooks e computadores velhos. O projeto nasceu em 2004 com o patrocínio da Universidad de Vigo e foi oficialmente apresentada em Abril de 2005. Foi inicialmente desenvolvida como uma distribuição baseada em Debian, porém a partir da versão 2.0 foi mudado para o Ubuntu trazendo somente softwares livres na instalação padrão.
O nome do projeto é oriundo do símbolo celta trisquel formado por três espirais entrelaçadas. O logotipo da distribuição consiste em um trisquel feito da união dos três "redemoinhos" do Debian, como reconhecimento ao projeto na qual estava inicialmente/indiretamente baseado. É a 84ª no DistroWatch.
JAVA e "flash" funcionando na instalação padrão
Em 11 de dezembro de 2008, Trisquel GNU/Linux foi incluída pela Free Software Foundation na lista das distribuições GNU/Linux 100% livres disponíveis no website do GNU, seguindo o processo de verificação para assegurar o compromisso da equipe de desenvolvimento do Trisquel e sua comunidade para promover e distribuir tão somente software 100% livre.


Experimente.

trisquel.info
Continua »

18 de maio de 2014

Como instalar o Cinnamon 2.2.9 [versão instável] no Ubuntu e Linux Mint

0 comentários
Cinnamon é um ambiente de desktop presente por padrão no Linux Mint. Nascido como um fork do Gnome Shell, o projeto Cinnamon visa proporcionar a experiência similar ao Gnome 2 com uma série de recursos do Gnome Shell. O ambiente de trabalho do Cinnamon Muffin é usado como gerenciador de janelas, fork do gerenciador de janelas Mutter por padrão no GNOME Shell e Nemo um gerenciador de arquivos baseado do Nautilus.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O DESKTOP
Para instalar o Cinnamon 2.2.9 , versão instável, no Ubuntu 14.10 / 14.04 e Linux Mint, basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:gwendal-lebihan-dev/cinnamon-nightly  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install cinnamon  ENTER 

Ou faça o download neste link.

UTILIZAND O DESKTOP
Quando o processo de instalação for finalizada, reinicie a sessão. Na tela de login selecione "Cinnamon":
Seu novo desktop:

disponível para:
sob a Licença Pública Geral GNU versão 2 (GPL v2)
página do projeto: cinnamon.linuxmint.com

É isso.

fonte
Continua »

0AD Alfa 16 disponível - instalação via PPA

0 comentários
A equipe de desenvolvimento do 0 A.D. acaba de liberar a versão Alpha 16. A jogabilidade é a mesma de qualquer outro jogo RTS - você tem o mini-mapa no canto inferior esquerdo, os recursos são mostrados em uma barra na parte inferior da tela, duplo clique sobre uma unidade irá selecionar todas as unidades deste tipo, pontos de rally são definidas selecionando o edifício, clique com o botão direito do mouse em algum lugar do mapa onde você deseja o ponto de encontro, uma unidade de tarefas para executar uma ação é executada selecionando um unidade, em seguida, clique direito sobre o inimigo se quiser que a sua unidade ataque.

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO JOGO
Para instalar no Ubuntu (14.10, 14.04, 13.10, 12.10 e 12.04) e distribuições derivadas basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:wfg/0ad [ ENTER ]
sudo apt-get update [ ENTER ]
sudo apt-get install 0ad [ ENTER ]

Ou faça o download neste link. É preciso baixar mais de 450 MB de arquivos.

INICIANDO O JOGO
Quando a instalação for concluída, pesquise por "0 A.D.". Clique no ícone correspondente () para acioná-lo. Você verá a tela inicial:
screenshots:

disponível para:
sob a Licença Pública Geral GNU versão 2 (GPL v2)
página do projeto: play0ad.com

E vamos ao combate!!!

fonte
Continua »

17 de maio de 2014

Como instalar o Super Boot Manager no Ubuntu 14.04 Trusty Tahr via PPA

0 comentários
Super Boot Manager é um aplicativo com interface gráfica para gerenciamento de boot que permite configurações de gestão para o GRUB, Plymouth e Burg. É possível definir para o GRUB o sistema operacional de inicialização, alterar a resolução da tela do GRUB, bem como mudar o tempo de espera, remover kernel antigo ou entradas de menu e definir uma imagem de fundo. Entre outras opções de configuração para o Plymouth e Burg. Neste tutorial mostraremos como instalar o Super Grub Manager no Ubuntu 14.04 Trusty Tahr.

INSTALANDO O BUC
Ao tentar instalar o programa via PPA dedicado para Trusty Tahr, há um erro de dependência do BUC, mesmo ele estando disponível no repositório. Para resolver basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):

Para sistema de 32 bits, faça:
cd /tmp  ENTER 
wget -c launchpad.net/~ingalex/+archive/super-boot-manager/+files/buc_0.5.2-17_i386.deb  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 
sudo apt-get install -f  ENTER 

Para sistema de 64 bits, faça:
cd /tmp  ENTER 
wget -c launchpad.net/~ingalex/+archive/super-boot-manager/+files/buc_0.5.2-19_amd64.deb  ENTER 
sudo dpkg -i *.deb  ENTER 
sudo apt-get install -f  ENTER 

ADICIONANDO O PPA E INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Ubuntu basta abrir um terminal (CTRL+ALT+T) e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
PPA de terceiros... adicione por sua conta e risco!
sudo add-apt-repository ppa:darklordpaunik8880/darkminttrustytahr4  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install super-boot-manager  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise no Dash por "super-boot". Clique no ícone correspondente () para acioná-lo.

É necessário privilégios de administrador para correr o programa:
Na primeira execução você precisa escolher o idioma a ser utilizado pelo o aplicativo:
Enfim a tela do programa:
Clique no botão "Burg-manager" para acessar as opções de configuração do BURG:
Clique no botão "Plymouth-manager" para acessar as opções de configuração do Plymouth:

disponível para:
sob a licença: GNU General Public License version 3 (GPLv3)
página do projeto: sourceslist.eu | launchpad.net/super-boot-manager

É isso.
Continua »

Como reduzir o tamanho de arquivo PDF em sistema GNU/Linux

2 comentários
O formato de arquivo PDF é um dos mais utilizados para troca e divulgação de material digital. Vários aplicativos são capazes de gerá-los, mas nem sempre com o tamanho esperado. Em sistemas GNU/Linux podemos recorrer de vários métodos para reduzir o tamanho final de um arquivo com esta extensão. Neste tutorial, mostraremos como reduzir o tamanho dos arquivos PDFs gerados pelo Scribus através de um script Python e através do GhostSript.

Reduzir o tamanho do PDF através de script Python
0 -  faça o download do script neste link ou, se preferir, copie o script que está nesta página, cole no seu editor de texto e salve com o nome que desejar com a extensão .py onde possa resgatá-lo facilmente;
1 - com o Scribus aberto, clique no menu Script / Executar Script:
 2 - aponte para o script baixado/ salvo:
3 - você verá a seguinte janela. Aponte para o PDF que deseja reduzir o tamanho:
E aguarde o processamento. Quando estiver concluído você verá um pequeno diálogo mostrando o tamanho original e o tamanho do arquivo após a mudança:

Este método não é 100% garantido em todos os arquivos. É específico para PDFs gerados pelo próprio Scribus.

Reduzir o tamanho do PDF através do GhostScript
Para reduzir o tamanho de qualquer arquivo PDF via terminal, através do GhostScript, faça:
gs -dPDFSETTINGS=/prepress -dSAFER -dCompatibilityLevel=1.5 -dNOPAUSE -dBATCH -sDEVICE=pdfwrite -sstdout=%stderr -dGrayImageResolution=600 -dMonoImageResolution=1200 -dColorImageResolution=300 -sOutputFile=livroPdfReduzido.pdf -c .setpdfwrite -f livroOriginal.pdf  ENTER 

Neste segundo, um livro de 13,4 MB foi reduzido para 10,4 MB. Mais de 22% de redução.

É isso. Espero ter ajudado.

fonte: wiki.scribus.net
Continua »

Como instalar VirtualBox 4.3.12 no Debian e distribuições derivadas

0 comentários
A Oracle anunciou a liberação da VirtualBox 4.3.12. Este é uma versão de manutenção que vem com novos recursos importantes, suporte a dispositivos e melhorias. De acordo com o anúncio, a Oracle VM VirtualBox 4.3.12 corrige algumas falhas do gerenciador de virtualBox e fixa os bugs mais críticos e etc. Nesta postagem mostraremos como instalar a VirtualBox no Debian e Ubuntu.

INSTALAR VIRTUALBOX NO DEBIAN WHEEZY
Para instalar a VirtualBox no Debian Wheezy, basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos:
sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian wheezy contrib" >> /etc/apt/sources.list'  ENTER 
wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | sudo apt-key add -  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install virtualbox-4.3  ENTER 

INSTALAR VIRTUALBOX NO DEBIAN SQUEEZE
Para instalar a VirtualBox no Debian Squeeze, basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos:
sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian squeeze contrib non-free" >> /etc/apt/sources.list'  ENTER 
wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | sudo apt-key add -  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install virtualbox-4.3  ENTER 

INSTALAR VIRTUALBOX NO UBUNTU 14.04 TRUSTY TAHR
Para instalar a VirtualBox no Ubuntu 14.04 Trusty Tahr, basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos:
sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian trusty contrib non-free" >> /etc/apt/sources.list'  ENTER 
wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | sudo apt-key add -  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install virtualbox-4.3  ENTER 

INSTALAR VIRTUALBOX NO UBUNTU 13.10 SAUCY SALAMANDER
Para instalar a VirtualBox no Ubuntu 13.10 Saucy Salamander, basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos:
sudo sh -c 'echo "deb http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian saucy contrib non-free" >> /etc/apt/sources.list'  ENTER 
wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc -O- | sudo apt-key add -  ENTER 
sudo apt-get update  ENTER 
sudo apt-get install virtualbox-4.3  ENTER 

Para instalar em qualquer outra versão do Ubuntu, basta trocar o nome da distro no repositório.

EXECUTANDO O VIRTUALBOX
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "virtualbox". Clique no ícone correspondente para acioná-lo. A interface do programa:

disponível para:
sob a Licença Pública Geral GNU (GPL)
página do projeto: virtualbox.org | sourceforge.net/projects/virtualbox

Instruções de instalação retiradas da página da VirtualBox.

fonte
Continua »
 

Copyright © TutorFree Design by Free CSS Templates | Blogger Theme by BTDesigner | Powered by Blogger