22 de maio de 2015

Document Foundation lançou o primeiro beta do LibreOffice 5.0

0 comentários
Foi liberada a versão de desenvolvimento 5.0 BETA 1 da suite de escritório LibreOffice, não indicada para produção. Com esta disponibilização ganhamos muitos novos recursos e melhoria na interface. Versões de desenvolvimento são incentivos para que colaboradores e simpatizantes testem e reportem bugs para que o software esteja perfeito até o lançamento da versão final, marcada para julho ou agosto deste ano.

LibreOffice 5.0 traz suporte para os formatos proprietários da suíte de escritório da Apple, especificamente as páginas de texto e planilha de cálculo. Esta versão também traz novos temas de ícones.
Versões BETAS não devem ser utilizadas em
Máquinas de Produção!

Notas de lançamento

É isso.

fonte
Continua »

As esculturas ultrarrealistas do artista Kazuhiro Tsuji

0 comentários
O artista japonês Kazuhiro Tsuji, usando técnicas de fabricação de molde e escultura, cria bustos humanos incrivelmente realistas, de dar inveja a qualquer boneco de cera do Museu Madame Tussauds.

Nascido em Kyoto, no Japão, Tsuji começou a mostrar sua afinidade para a arte, pintura, fotografia, natureza, ciência e tecnologia desde a infância. Ao longe de seu crescimento, ele experimentou vários meios de comunicação artística, e, finalmente, descobriu que o 'retratismo' era sua verdadeira paixão. Sem dinheiro para frequentar a faculdade, Tsuji começou a educar-se na arte da maquiagem de efeitos especiais.


kazustudios

Impressionante!

fonte
Continua »

YouTube e os problemas com a velocidade de reprodução

0 comentários
Na grande maioria das vezes, quando estamos assistindo a qualquer vídeo no YouTube, a velocidade de transferência cai drasticamente. E a causa disso é que os vídeos do YouTube são carregados via Youtube cache servers. Sendo precisamente neste ponto que existe o problema e muito raramente a culpa é da nossa banda larga.

A melhor forma, é precisamente recorrer ao IPTABLES. Abra o terminal e execute:
sudo iptables -A INPUT -s 173.194.55.0/24 -j REJECT && sudo iptables -A INPUT -s 206.111.0.0/16 -j REJECT  ENTER 

Portanto, as diretivas descritas acima forem incorporadas no IPTABLES e permitirão assistir a qualquer vídeo em alta definição, sempre com a máxima largura de banda disponível para outras aplicações a serem executadas em simultâneo e de forma muito mais rápida.

É isso.

fonte
Continua »

16 de maio de 2015

Core Network - emulador de rede intuitiva que interage com redes reais

0 comentários
The Open Research Emulator Comum (CORE), ou simplesmente Core Network, é uma ferramenta para emular redes em uma ou mais máquinas. Você pode conectar essas redes emuladas para redes reais. O núcleo é constituído por uma interface gráfica para topologias de máquinas virtuais leves e um módulos Python para emulação de rede scripting. É uma alternativa viável ao Cisco Packet Tracer. O programa está nos repositórios oficiais das principais distribuições GNU/Linux.

CARACTERÍSTICAS
1. Laboratório de rede em uma caixa:
- Eficiente e escalável;
- interface GUI Easy-to-use;
- Configuração e controle centralizados.
2. Executa aplicações e protocolos sem modificá-los;
3. ligação em tempo real:
-The-loop Hardware-in
- múltiplos núcleos
4. Altamente personalizável;
5. As máquinas emulados podem usar vários recursos e programas
instalado na máquina real, como tcpdump.

INSTALAÇÃO MODO GRÁFICO
Para instalar o programa no Modo Gráfico, faça:
No Debian
Para instalar o programa no Debian, faça:
1 - Abra o Adicionar/Remover Programas ();
2 - No Adicionar/Remover Programas, no campo de pesquisa () busque por "core-network-gui";
3 - Marque os campos relativos para incluí-los no processo de instalação ();
4 - Clique no botão "Aplicar" () para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada, digite-a e clique no botão "Autenticar" () para prosseguir;
5 - Quando o processo de instalação for concluído, feche o Gerenciador de Pacotes.

No Ubuntu
Para instalar o programa no modo gráfico no Ubuntu, faça:
1 - Abra a Central de Programas do Ubuntu ();
2 - Na Central de Programas, no campo de pesquisa () pesquise por "core-network-gui";
3 - Faça clique-simples sobre o resultado para visualizar mais opções ();
4 - Clique no botão "Instalar" () para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada (), digite-a e clique no botão "Autenticar" para prosseguir;
5 - Isto pode demorar um pouco. Aguarde... ();
6 - Quando o processo de instalação for concluído, feche a Central de Programas.

INSTALAÇÃO MODO TEXTO
Para instalar no Debian e distribuições derivadas basta abrir um terminal e correr o seguinte comando (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
su -  ENTER 
apt-get install core-network core-network-gui   ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "core network". Clique no ícone correspondente para acioná-lo.

A interface do programa:
disponível para:
sob a licença: GNU General Public License (GPL)
página do projeto: nrl.navy.mil

É isso.

via Synaptic
Continua »

Como instalar o banco de dados MariaDB no Debian 8 "Jessie"

0 comentários
Após a compra da Sun Microsystems, desenvolvedora do MySQL, pela Oracle, trouxe preocupações e manifestos. Um grupo liderado por (principalmente) ex-funcionários do MySQL e financiado pelo co-fundador Michael "Monty" Widenius, preocupados com o abandono ou fechamento do código do MySQL pela Oracle, criaram uma nova empresa (Programa de Monty) e um fork do MySQL, chamado MariaDB, que garantiria um banco de dados open source e atualizado. Esta é uma escolha para os profissionais de banco de dados procurando, um servidor SQL escalável, robusto e confiável. O domínio do LAMP (Linux, Apache, MySQL, PHP / Python / Perl) e MySQL como banco de dados de código aberto mais utilizado. 
MariaDB é um binary drop-in em substituição ao MySQL:
MariaDB é um binary drop-in em substituição da mesma versão do MySQL:
- Arquivos de definição de tabelas e dados (.frm) são binariamente compatíveis;
- Todas as APIs clientes, protocolos e estruturas são identicas;
- Todos os nomes de arquivo, binários, caminhos, portas, sockets, etc... deveriam ser os mesmos;
- Todos os conectores do MySQL (PHP, Perl, Python, Java, .NET, MyODBC, Ruby, o conector MySQL, etc) funcionam inalterados com MariaDB;
- Existem alguns problemas de instalação com PHP5 dos que você deveria estar ciente (um bug em como o antigo cliente PHP5 verifica a compatibilidade de livrarias);
- O pacote mysql-client funciona também com o servidor MariaDB;
- Isto significa que para a maioria dos casos, você pode apenas desinstalar MySQL, instalar MariaDB e você irá bem;
- e etc.

Visualizando As Versões Disponíveis
Para visualizar se o pacote está disponível e quais versões, faça no terminal:
apt-cache policy mariadb-*  ENTER 
Ou para ver apenas as versões do servidor:
apt-cache policy mariadb-server-*  ENTER 
Ou visite este link.

Para instalar o MariaDB 10.0
Para instalar o MariaDB 10.0 (hoje, candidato: 10.0.16-1) no Debian 8 Jessie basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
su -  ENTER 
aptitude install mariadb-server  ENTER 
Há repositórios disponíveis para: openSUSE, Arch Linux, Mageia, Fedora (20 e 19, 32 e 64 bits), CentOS, RedHat e Mint.

disponível para:
sob a licença: GNU Generation Public License (GPL)
página do projeto: mariadb.org

Veja também: admin-magazine.com/MariaDB-vs.-MySQL
Continua »

15 de maio de 2015

Epub-thumbnailer - pré-visualização de ebooks nos principais gerenciadores de arquivos no Debian 8 Jessie

0 comentários
Epub-thumbnailer é um projeto open source com o qual temos previews do e-book em nosso gerenciador de arquivos, facilitando a procura do nosso livro digital favorito exibindo a capa. epub-thumbnailer é um projeto ainda em desenvolvimento, no entanto, já funciona muito bem, testado em Nautilus (vide imagem acima) e capaz de cria os previews mesmo sem qualquer aplicação dedicada à reprodução de eBooks.

Instalação do Epub-thumbnailer
Para instalar o epub-thumbnailer no Debian e derivados é muito simples, basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
wget https://codeload.github.com/marianosimone/epub-thumbnailer/zip/master  ENTER 
unzip master.zip  ENTER 
cd epub-thumbnailer-master/  ENTER 
sudo python install.py install  ENTER 
nautilus -q  ENTER 

Antes da instalação,livros .epub sem pré-visualização:
Você terá a partir de agora pré-visualização de seus e-books no Nautilus:
No gerenciador de arquivos do MATE:
No gerenciador de arquivos do Cinnamon:

Remoção do Epub-thumbnailer
Caso deseje remover o epub-thumbnailer, faça:
cd epub-thumbnailer-master  ENTER 
sudo python install.py uninstall  ENTER 
nautilus -q  ENTER 


É isso.
Continua »

As incríveis próteses personalizadas que são verdadeiras obras de arte

0 comentários
Mais um exemplo de inovação que faz toda a diferença na vida das pessoas: The Alternative Limb Project. O nome dá a pista e as fotos esclarecem – próteses alternativas, membros do corpo completamente personalizados. São verdadeiras obras de arte.

Com este projeto, as pessoas que necessitam de uma prótese, não só vão poder personalizá-la e torná-la única, como vão estar divulgando o trabalho de algum artista. No lugar de próteses comuns, estão estes trabalhos repletos de criatividade. Projeto sensacional. Veja algumas próteses criativas que selecionamos:

via hypeness
Continua »

14 de maio de 2015

Extundelete - utilitário para recuperar arquivos apagados de partições ext3 e ext4

0 comentários
Arquivos importantes foram deletados do seu computador e você precisa recuperá-los? Existem várias formas para se recuperar arquivos apagados em qualquer dispositivo que se encontre em partições nos formatados ext3 ou ext4. Extundelete é um utilitário de linha de comando para recuperar arquivos apagados. O programa está nos repositórios das principais distribuições GNU/Linux.

INSTALANDO O PROGRAMA
Para instalar no Debian e distribuições derivadas basta abrir um terminal e correr os seguintes comandos (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
su  ENTER 
apt-get install extundelete  ENTER 

RECUPERANDO ARQUIVOS DELETADOS
Toda operação a partir deste ponto deverá ser realizada como superusuário (ROOT). Para verificar qual a partição que se vai recuperar o ficheiro é necessário executar:
fdisk -l  ENTER 

Sendo que todas as partições existentes vão ser de imediato apresentadas e para este exemplo vou usar /dev/sdb1, e realizar a recuperação de todos os arquivos que foram deletados:
extundelete /dev/sdb1 --restore-all  ENTER 

Para escanear um diretório específico, como por exemplo, a pasta "Documentos":
extundelete /dev/sdb1 --restore-directory /home/$USER/Documentos  ENTER 

É possível indicar o caminho completo e exato do(s) arquivo(s) removido(s) e para o exemplo vou usar alunos.odb o qual se encontra dentro do directório music, executar:
extundelete /dev/sdb1 --restore-directory /home/$USER/Documentos/alunos.odb  ENTER 

Os arquivos recuperados podem ser encontrados no diretório RECOVERED_FILES. Para visualizá-los faça:
cd RECOVERED_FILES  ENTER 
ls  ENTER 

disponível para:
sob a licença: GNU General Public License version 2 (GPLv2)
página do projeto: extundelete.sourceforge.net

Bom trabalho!
Continua »

SubDownloader - como baixar automaticamente legendas para seus filmes e séries

0 comentários
SubDownloader é um programa para realizar automaticamente o download/upload de legendas para seus filmes e séries (MKV, MP4, AVI, etc). Nunca foi tão fácil encontrar as legendas para seus vídeos. Esqueça pesquisar por título, apenas um clique sobre a pasta ou arquivo e ele vai achar as legendas automaticamente para você. Pesquisa recursiva em pastas, mas de 50 idiomas disponíveis, baixar pastas inteiras de filmes com apenas um clique em poucos segundos e muito mais.

INSTALAÇÃO MODO GRÁFICO
Para instalar o programa no Modo Gráfico, faça:
No Debian
Para instalar o programa no Debian, faça:
1 - Abra o Adicionar/Remover Programas ();
2 - No Adicionar/Remover Programas, no campo de pesquisa () busque por "subdownloader";
3 - Marque os campos relativos para incluí-los no processo de instalação ();
4 - Clique no botão "Aplicar" () para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada, digite-a e clique no botão "Autenticar" () para prosseguir;
5 - Quando o processo de instalação for concluído, feche o Gerenciador de Pacotes.

No Ubuntu
Para instalar o programa no modo gráfico no Ubuntu, faça:
1 - Abra a Central de Programas do Ubuntu ();
2 - Na Central de Programas, no campo de pesquisa () pesquise por "subdownloader";
3 - Faça clique-simples sobre o resultado para visualizar mais opções ();
4 - Clique no botão "Instalar" () para iniciar o processo. A senha de administrador será solicitada (), digite-a e clique no botão "Autenticar" para prosseguir;
5 - Isto pode demorar um pouco. Aguarde... ();
6 - Quando o processo de instalação for concluído, feche a Central de Programas.

INSTALAÇÃO MODO TEXTO
Para instalar no Debian e distribuições derivadas basta abrir um terminal e correr o seguinte comando (digite a senha de administrador se esta for solicitada e tecle ENTER para prosseguir):
su -  ENTER 
apt-get install subdownloader  ENTER 

Ou faça o download neste link.

EXECUTANDO O PROGRAMA
Quando o processo de instalação for concluído, pesquise por "subdownloader". Clique no ícone correspondente para acioná-lo:
A interface do programa:
Você pode pesquisar pelo conteúdo da pasta ou por arquivo:
disponível para:
sob a licença: GNU General Public License (GPL)
página do projeto: subdownloader.net

É isso.
Continua »
 

Copyright © TutorFree Design by Free CSS Templates | Blogger Theme by BTDesigner | Powered by Blogger